domingo, 22 de julho de 2018

sábado, 21 de julho de 2018

encher o coração de coisas boas*


não há apenas uma forma de alcançar a felicidade*

manter a simplicidade. fazer desta atitude a estratégia certa para atravessar a vida com serenidade. ocuparmo-nos do que se passa dentro de nós. aquietar e escolher o silêncio interior. voltar a atenção para os nossos pensamentos. não tentar mudar os outros, porque isso é perder a nossa paz. repensar muito bem onde estamos a investir a nossa energia, o nosso tempo, as nossas emoções e pensamentos. praticar a generosidade connosco. abraçarmo-nos por dentro.
chega sempre o dia em que a vida nos ensina que para chegar mais alto precisamos de nos livrar da carga que nos impede de voar. e que só desse ponto mais acima conseguiremos ver a nossa vida toda, de um lado e do outro e de longe. é através desta distância que vemos as coisas como elas são e não como achamos (ou nos dizem) que são.

________
*mas muitas. 

repetir todos os dias*


sexta-feira, 20 de julho de 2018

das minhas imagens com vida*


*as que dizem tudo sobre os melhores dias do nosso verão.
[ praia do cabedelo | viana do castelo ]

desta semana*


três dias bem cheios de mentoring e de coaching. reuniões non stop e o equilíbrio imperfeito da maternidade (e da paternidade) com o trabalho e as férias do Martim. muito boas notícias sobre o nosso crescimento para Norte e o prenúncio de sorte que Setembro promete ser. muito mimo dos avós mais queridos, amigos em casa, cinema, dois almoços com amigas, o cheiro bom do verão a entrar em casa, terminar a semana a viajar até Viana. ficar no Feel Viana. amar cada detalhe. deixar marcado o regresso. aproveitar o tempo a três. pôr conversas importantes em dia. olhá-los com admiração e ternura na cumplicidade bonita de pai e filho. registar. fora e dentro. agradecer cada dia da minha vida ao lado destas duas grandes bençâos. fazer a 13ª apresentação do meu livro. ter ‘’casa’’ e coração cheios. agradecer, agradecer, agradecer. descansar. cuidar de mim e cuidar de nós. dormir bem, comer bem e inspirar cada minuto de luz, de amor e de paz.
foi uma semana maravilhosa. [ obrigada ]

mantra para todos os dias*


quinta-feira, 19 de julho de 2018

tu*


 
*és o meu amor, és a minha paz.

gosto muito*

gosto de encerrar ciclos e gosto da palavra recomeço. gosto de ter fé em mim e gosto de confiar na Luz que gosta de mim. gosto de viver de coração aberto mesmo quando o compasso é incerto. gosto de acreditar (só) no bom olhado e de desejar amor e luz ao outro lado. gosto de confiar numa intuição que não me falha e gosto de escolher (sempre) ouvir o meu coração. gosto de silêncio, preciso muito de silêncio. gosto de saber a diferença entre escolher e desistir. gosto de saber largar a mão do que faz mal ao meu coração. gosto de pessoas bondosas. gosto sem medida de um Martim-amor-sem-fim e gosto de amar e ser amada pelo melhor Pedro que a vida me deu. gosto de agradecer. gosto muito de nunca me esquecer de agradecer: à vida, a Deus, às minhas boas pessoas, à sorte bonita que tenho e a mim mesma, por continuar a aprender a conjugar, entre erros e acertos, o verbo descomplicar.

das poucas certezas que tenho*





quarta-feira, 18 de julho de 2018

essenciais para os próximos dias*


um fato de banho confortável e bonito. o melhor protector solar. os meus fios preferidos. água, água, água. muita fruta. um areal a perder de vista. um sol que brilha tão bonito aqui, várias mãos cheias de mergulhos no mar, eles sempre por perto, e toda a gratidão do mundo pela vida simples que tenho.

» créditos imagem | sara escudero

escolhe bem a tua tribo*


as pessoas mais importantes da tua vida são as que conhecem as tuas fraquezas, mas elogiam a tua força. são as que percebem os teus medos mas puxam pela tua coragem. são as que te dizem a verdade sobre os teus erros, mas só torcem pelas tuas vitórias. 
as pessoas mais importantes da tua vida são as que vêem o melhor em ti mesmo quando tu duvidas. são as que acreditam tanto em ti que te fazem acreditar também. são as que que te trazem sol nos dias em que só vês nuvens. são as que gostam de ti sem te querer mudar. são as que estão genuinamente ao teu lado (e do teu lado) por gostarem de ti e te aceitarem sem mas, nem ses. gostam por seres como és, exactamente quem és. 


sobre (a minha) fé*


terça-feira, 17 de julho de 2018

dos projectos mesmo bonitos*


A Tribo Mag.

(quase) tudo sobre mim*

acredito. acredito sempre. e insisto nos lugares e nas pessoas de luz. persisto sempre que o coração me diz vai. não baixo os braços ao primeiro não mas não bato três vezes na mesma porta. luto com tudo o que tenho pelo que quero e pelo que me faz feliz. ganho fôlego e força nos abraços dos meus. não deixo que me digam que não sou capaz e aprendi a saber escolher as lutas que valem a minha respiração. aprendo coisas novas todos os dias, com todas as pessoas que chegam à minha vida. o meu caminho provou-me que quando queremos ver  há luz em todos os lugares, em todas as pessoas, em todos os recomeçar(es). a minha religião é o abraço. e eu abraço muito. abraço sempre. nas pequenas e nas grandes coisas. com força e com esperança. com vontade de apaziguar, de dar amor, de devolver a todos o verbo-fé que me move: acreditar.

regra #1 para ser (mesmo) feliz*






segunda-feira, 16 de julho de 2018

levo a vida leve. deixo que ela me leve.*

optimismo & alegria de viver. são o meu adn, o meu escudo protector, a minha arma para todos os dias, a ocitocina para a leveza que vive cá dentro. quando olho à minha volta sei que não me faltam motivos para agradecer. sou verdadeira comigo mesma e o universo conspira a meu favor. sigo a minha própria luz e faço a sorte que preciso de ter. não levo a vida demasiado a sério e tenho sempre tempo para rir até doer a barriga. mantenho ao meu lado (só) os que me acrescentam doses de amor maior, as minhas pessoas-remédio sem contra-indicações. sei que a minha verdadeira riqueza está naqueles com quem conto quando o meu coração aperta. 
aconteça o que acontecer, não tenho dúvidas que o meu maior sucesso é a minha paz interior.

mantra. para a vida toda.


domingo, 15 de julho de 2018

das minhas imagens com vida*



*as que dizem tudo sobre os melhores dias do nosso verão.

um domingo bom, em 7 linhas*

manhã de domingo. cafeteira ao lume. os meus Kings na aparelhagem. o cheiro delicioso das torradas. café fresco. o silêncio bom da minha cozinha. o cheiro da vida que entra pela janela. o meu filho abraçado a mim. o olhar do meu cão sempre pousado em mim.
há pequenos momentos em que a vida volta a lembrar-me que o melhor de tudo é este tanto que tenho: sou mãe de uma família. e este lugar seguro, onde (re)pouso e ancoro depois de cada volta da vida, lembra-me sempre que nunca estarei sozinha. 

escrevi e tatuei: abraça o que te define.

» créditos imagem | mikuta

o outro nome do domingo*




sábado, 14 de julho de 2018

coisas bonitas que li*


«Felizes são aqueles que percebem que a felicidade não é um rumo. Não é uma constante. Felizes são aqueles que aceitam a infelicidade como parte do caminho sabendo que não é ali que querem estar. Felizes são aqueles que procuram o lado certo da vida, sabendo que o lado errado faz parte dela também. Felizes são aqueles que pegam no lado errado e o transformam no lado certo.»


a fila anda*