quarta-feira, 1 de julho de 2020

em frente *


a vida tem-me ensinado a escolher sempre o que acho ser melhor para mim no aqui e no agora, mesmo que isso implique voltar atrás de todas as vezes que não estiver feliz ou que não me sinta confortável na minha pele, nem tranquila na minha paz. a vida tem-me ensinado a saber dizer não, a não me afastar um milímetro dos meus princípios e valores, a saber ajustar a rota quando me perco no caminho, a gerir as mágoas com o perdão no coração, a deixar para trás o que não me leva para a frente, a acreditar que é na curva da estrada que se desenha a recta e a manter a certeza absoluta de que não há atitude mais revolucionária nesta vida como a de confiar que somos capazes, que chegamos onde queremos chegar e que merecemos tudo o que de bom a vida nos trouxer.
é um novo mês. e vai tudo correr bem.

j u l h o *


sexta-feira, 26 de junho de 2020

parar, respirar e desligar *


desta semana *


fez-me perceber que, sempre que podes, deves evitar fazer alguma coisa apenas por obrigação. é válido para tudo. para escrever só porque disseste que eram cem dias, mas nunca que eram seguidos. para amizades que nada te acrescentam. para amores que já não te fazem feliz. para música que não te aquece a alma. para lugares que te sufocam. as obrigações devem ser guardadas apenas para o essencial. como começar a trabalhar às nove ou pagar a renda até dia oito. nada mais.

repetir sempre *





quinta-feira, 25 de junho de 2020

inspiração *






créditos: mikuta

resumos de vida *


Esta semana resume-se em três lições essenciais nesta vida:

#1. Vamos sempre a tempo de recomeçar, de pôr um ponto final onde já não cabe uma vírgula, de não desistir de nada, nem de ninguém, só porque sim, mas também de saber a hora certa de parar de insistir.
Quando precisamos de arrumar a vida, devemos começar sempre pelas gavetas de dentro.

#2. Elogiar os outros, dizer-lhes obrigada, estar lá para quem está sempre lá para nós, abraçar com força, gostar com força, querer com força, viver com força. Não há nada de mais bonito nesta vida do que viver com a dose certa de paixão. Por nós, pelas nossas pessoas-sol, pelos dias bonitos e cheios de luz que fazemos acontecer.

#3. Há um convite/desafio (a acontecer hoje mesmo) que enche o meu peito de alegria. Não só pelo desafio em si mesmo, mas pela forma como ele chegou até mim. Pelo fio invisível que me mantém ligada às pessoas que são de ficar. Por saber que foi assim porque persisto em caminhar sempre de frente para a luz. E porque, nos meus exercícios de gratidão, nunca falta o agradecimento a esta pele que há em mim  que aprendeu (e continua a aprender) a escolher muito bem as batalhas que vale a pena lutar.

Foi uma grande, grande semana.

as melhores *




terça-feira, 23 de junho de 2020

parar e respirar *


resumo dos últimos dias *


«Faz parte do processo interior destes dias pensar a sério. Olhar carinhosamente para as cicatrizes que são uma marca que nos dá carácter e ir tratando todos os dias das outras, das feridas ainda abertas. O confronto interior é uma coisa bem difícil, mas não é inconciliável com a leveza. Se possível, acrescenta-lhe sentido, sustenta-a ainda mais. Em mais um paradoxo, o que acontece é isto: somos ainda mais inteiros nas coisas, ficamos ainda mais felizes com aquilo que sempre nos fez felizes, gostamos ainda mais de gostar. É isso.» | coisas d'amar |

cuidemos uns dos outros *




sexta-feira, 19 de junho de 2020

isto *


Nesse dia, lembrei-me do que nos permite mesmo ficar a salvo de todas as desilusões do mundo: fazer nascer coisas boas a partir de coisas más.” | mar queirós de araújo

sexta-feira *





quinta-feira, 18 de junho de 2020

parar e respirar *


retrógado *

dormir menos. manter um sono vigilante. ver o sol nascer quase todos os dias. vestir roupa de conforto. ler e-mails acumulados, organizar a agenda e a cabeça. preparar café e pão de banana. alimentar-me do silêncio que me sabe a fotossíntese. sentir o Amor-de-A-grande nuns abraços pequeninos com uma força tão grande. olhar à minha volta e agradecer por (no meio de algum caos) estar tudo tão certo. trabalhar até mais tarde porque é preciso compensar os dias. levar vários encontrões. lembrar-me que também a vida é feita de encontros (e de encontrões). não mudar de lado ou de passeio. adaptar-me ao lugar onde estou para chegar ao lugar onde quero estar. ‘esquece isso do pé direito’, repito a mim mesma. há dias, semanas, meses e anos em que é preciso entrar com os dois pés. e com a lua a nosso favor. (não te demores muito, Mercúrio. )

só para lembrar *


quarta-feira, 17 de junho de 2020

a contar os dias *


isto *

vive mais feliz quem acredita que nada na vida acontece por acaso. que nenhuma volta do mundo é à toa. que nenhum sofrimento é em vão. que as quedas que damos são do tamanho da força que temos para nos levantarmos. que somos muito mais fortes do que pensamos, mesmo quando só o percebemos quando a vida não nos mostra outra saída. que para cada um de nós há [algures e à nossa espera] um amor-para-sempre. que o tempo da vida é o certo, mesmo quando parece demorar tanto. e que tudo o que nos acontece vem para nos tornar pessoas melhores.

da força e da fé *




sexta-feira, 5 de junho de 2020

#11


amor, amor *


amamos o que amamos. a razão não se intromete. de muitas formas, o amor menos sensato será o mais verdadeiro. qualquer um conseguirá amar uma coisa “porque”. é tão fácil como guardar uma moeda no bolso. mas amar alguma coisa “apesar de”, conhecer os defeitos e amá-los também, é algo raro e perfeito...

meu tudo *


quinta-feira, 4 de junho de 2020

*


do que ( me ) importa *


que tenhamos a humildade para compreender que somos grandes, quando somos pequenos. que tenhamos sempre a grandeza, de agradecer por tudo o que temos, porque mesmo não tendo tudo o que gostaríamos, teremos sempre tudo o que precisamos. que os nossos sonhos sejam grandes, mas que jamais deixemos de nos contentar com o pouco.  que tenhamos consciência e discernimento, para permanecer em silêncio, quando nada de bom puder ser dito. que a nossa vida seja uma trajetória bonita, de resiliência, de superação, de aprendizagem e evolução.

resgatar coragem e confiar na vida *