domingo, 21 de abril de 2019

num mundo particular*


a cumplicidade e a felicidade inteiras. sem questões nem razões. saber que «o amor não é somente o que se diz, ou o que se faz. o amor é aquilo que se é.» aprender a não desperdiçar o tempo (e a vida) com pensamentos circulares que não nos levam a caminho nenhum. jurar a ternura fundamental, aquela que é o princípio de tudo. e acreditar que ela se revela na simplicidade com que nos centramos no essencial.
ensinar e provar que só os afectos são palpáveis, têm espessura, edificam e apaziguam. que são eles (e só eles) o alimento para cada jornada. manter firmes e constantes os valores e as convicções que nos calibram a bússola. não ter pressa nas certezas. nem a vida as conhece assim tão bem. poder dizer que somos felizes porque temos a vida que sempre quisemos. 

d o m i n g o *


sábado, 20 de abril de 2019

largar*

falei-lhe da montanha que quero subir, naquele ponto onde já estive um dia. falei-lhe do meu cansaço e dos meus medos. falei-lhe de mim, de peito aberto. falei-lhe do hiato que aprendi a preencher de calma, dos meus contornos e das minhas sombras. falei-lhe de luz, falei-lhe muito mais de luz. da minha luz. falei-lhe despida de protecções, escudos, sapatos. falei-lhe com as gavetas todas abertas e a porta do coração escancarada. depois ouvi. ouvi tudo. registei. e li nos seus olhos a certeza de que o meu mundo vai crescer na proporção de tudo o que eu tiver coragem de deixar para trás.

mantra*


sexta-feira, 19 de abril de 2019

às pessoas-bonitas da minha vida*

há dias em que só precisas daquela pessoa-sol que te ajuda a manter a dose certa de leveza, e dias em que aquela pessoa-âncora ajuda-te a manter os pés bem assentes no chão. há outros dias em que só precisas daquela pessoa-espelho que te mostra o melhor de ti e que te ensina a não esqueceres como é bonito o teu coração. há dias em que só precisas daquela pessoa-fé que te ajuda a acreditar que por mais difícil que a tua vida esteja haverá sempre no teu caminho quem não desiste de ti. e dias em que só precisas daquela pessoa-abraço que fica ali só porque sim. e há outros dias em que só precisas daquela pessoa-colo que sabe aliviar as dores do mundo e sossega todos os medos do teu coração. há dias em que só precisas daquela pessoa-alegria que te faz rir até doer a barriga e que te mostra quantos motivos bonitos tens para continuar a ser feliz. e há  dias, todos os dias, em que só precisas de agradecer à vida por guardar todas essas pessoas na tua vida. porque essa sim, é a maior riqueza que podes acumular.

obrigada, muito obrigada*


quinta-feira, 18 de abril de 2019

sobre tudo aquilo em que acredito*

‘’Não, não é só jogar a energia para o universo e esperar acontecer. Não adianta escrever suas intenções nas páginas em branco do planner novo e nem acompanhar perfis motivacionais no instagram. Se você não fizer alguma coisa, a sua vida não muda. E só quem liga para seus sonhos é você mesma. Não tem guru, companheiro ou companheira, não tem amiga, não tem filhos. É você e você. E isso não deve soar como um balde de água fria! É apenas para que a gente pare de colocar no outro a capacidade de transformar nossas vidas.’’
*

sobre coragem*


quarta-feira, 17 de abril de 2019

meu filho, meu grande amor*


a alegria e a força, a valentia e o riso solto, a enormidade do amor que lhe tenho e a certeza maior de que a vida ama quem a vive.

de tudo o que peço *


agradeço todos os dias a generosidade da vida comigo. agradeço por tudo o que me dá, por tudo o que me ensina, por tudo o que temos aprendido junas. confio no tempo que me pede quando é só o tempo que pode resolver. acredito quando me mostra que - por muito difícil que esteja a ser - no fim tudo dá certo, tudo é a meu favor. e então, peço à vida muito pouco. peço que em todos os planos que fizer para mim inclua as pequenas alegrias que enchem o meu peito - e o meu mundo - de amor e luz:
- o cheiro a pão acabado de fazer, água quente na pele num dia muito frio, sol na cara e vento nos cabelos em todas as estações do ano, um abraço de paz a equilibrar o meu mundo, o riso feliz do meu filho e a serenidade do coração-casa do meu-Pedro-para-sempre; as mãos dadas das minhas pessoas-sol e esta coragem-valente que me belisca e me empurra todos os dias para fazer a mesma escolha: ser feliz. um dia de cada vez. 

fé na Fé, sempre*


terça-feira, 16 de abril de 2019

ouve-te*


há dias em que o teu corpo te obriga a parar. ouve o que ele te diz. precisas de ti, inteira. precisas mais de ti, do que dos outros. cuida de ti. cuida mais e melhor de ti. fica atenta aos sinais que a tua pele te dá. e nestes dias, em que precisas mais de ti, abraça-te. não te preocupes com o resto do mundo. porque o mundo vai continuar a ser o mesmo no teu regresso. e quem (e o que) tiver de esperar, se for importante, espera. repara em ti e celebra o que de melhor tens na (tua) vida: a tua saúde, o teu tempo, a tua liberdade, o teu amor, o teu pequeno mundo dos afectos. e sabe, acredita com todas as forças, que algumas paragens que a vida te obriga a fazer, quando feitas no momento certo, ensinam-te a esperar pelo comboio que te leva ao destino. o teu.
sim, pára e cuida de ti. o mundo pode esperar.

e não deixar que se apague*


segunda-feira, 15 de abril de 2019

gostamos de fotografar a vida*


nos caminhos por onde nos leva, nos lugares que nos fazem bem, nas pessoas que guardamos dentro, nos abraços que nos ligam, nos sorrisos que nos dão certezas, e na fé de ter no amor, o que se vive sem filtros nem edição, a nossa maior religião.

Praia do Cabedelo / Viana do Castelo - 2019

e agradecer*


domingo, 14 de abril de 2019

sábado, 13 de abril de 2019

(re)ler para não esquecer*


o que de verdade importa na tua vida não são os erros que cometeste, não são as más escolhas que fizeste, não são as pessoas erradas que conheceste. o que de verdade importa na tua vida não são as quedas que deste, os desamores que viveste, as cicatrizes que somaste, a tristeza que no peito guardaste. o que de verdade importa na tua vida nunca será a pessoa que eras ontem, mas a pessoa que hoje olha para trás e vê o que passou, o que superou, o que lutou mesmo quando o mundo duvidou, o quanto batalhou para chegar aqui, aprender a respirar fundo, a levantar a cabeça e a repetir - com força e fé - a si mesma: 
que eu não me torne igual a quem me feriu; que a minha essência se mantenha de amor e de esperança no Bem.

mantra para todos os dias*