sábado, 30 de abril de 2016

sexta-feira, 29 de abril de 2016

das imagens com Vida*

* - as que dizem tudo sobre o amor-com-A-grande que trago dentro. ❥

desta semana*

Foi a semana de regressar às rotinas e ver tudo a voltar ao devido lugar. Reagendar todos os coachings, reuniões e apresentações que ficaram em stand by. Fazer um esforço hérculeo para não ceder à vontade de encavalitar a agenda, e usar de uma disciplina cirúrgica para me lembrar das regras da gestão de prioridades.
Foi a semana de celebrar a Primavera e de agradecer (mais) à Vida por me lembrar que é ao fim da tarde que os meus dias recomeçam. Iluminados pelo azul do teu sorriso grande, pelos olhos que brilham mais do que estrelas assim que me avistas lá do fundo do recreio e corres para mim, como uma seta ensinada pelo coração. É ao fim da tarde que os meus dias recomeçam e eu agradeço. Pelas tuas rosáceas vincadas pela alegria de viver, pelo teu cabelo no ar e esse espírito tão livre, pelos joelhos esfolados e as calças (sempre) esburacadas do lado esquerdo que provam o quanto é bom ter cinco anos, pelo bibe sujo de muita energia e pelas mãos pequeninas riscadas de tintas coloridas que se colam às minhas como um íman. E é no teu abraço de saudades, e na frase que me repetes todos os dias, que a vida passa toda à minha frente, e eu percebo o que eu era antes de ti e o que eu sou depois de ti. Maior, melhor.
Foi a semana de agradecer a palavra mais perfeita da minha vida na tua. Mãe.

» créditos imagem | just you wait

respostas à sexta-feira {e bom dia!}



quinta-feira, 28 de abril de 2016

o amor é assim*

‘'ter sorte nos imponderáveis do amor. por não me ver com mais ninguém. por nos termos encontrado e isso ter sido uma sorte. por saber que a vida tem tantas curvas e que isso podia ter-nos afastado ou impedir que nos conhecêssemos. mas não foi assim. esbarrámos um no outro. e ficámos um no outro. sorte, chamar-lhe-ei assim. porque esta vida partilhada tornou-me melhor, quero crer. tornou-se o ponto para onde me viro sempre que penso que vou descarrilar.'
é por isto que atravesso os dias com a certeza de que nada é por acaso, que a vida une as pessoas certas nos momentos certos, que sabe o que faz, e que nos pequenos nadas de que é feito o nosso amor, em tudo o que é absolutamente essencial, a vida conspira sempre a nosso favor. 
é que no amor, como na vida, quando dois querem (muito), um não larga e o outro não desiste. 

do lado certo da vida ❥



quarta-feira, 27 de abril de 2016

pessoas absolutamente inspiradoras ❥

# renova-te! algumas dicas saudáveis

Descomplicar & zero fundamentalismos. Duas das minhas maiores decisões neste novo modo de vida. Para descomplicar, vou optando por receitas simples, o mais verdes possível, que não me ocupem muito tempo e, de preferência, económicas. No campo do não-fundamentalismo (como em tudo o mais na vida) vou procurando evitar alguns alimentos que me fazem sentir mais inchada e com menos energia (o glúten e o trigo). Não os eliminei por completo, mas vou incluindo outro tipo de combinações na minha alimentação de todos os dias. Guardo um dia da semana para uma guloseima que me apeteça mesmo muito, e na minha lista de truques-amigos, há três que sei de cor e salteado:

#1. Trago sempre comigo 1 maçã, 1 ou 2 quadrados de chocolate preto, 2 ou 3 tâmaras, um punhado de avelãs ou amêndoas. Em momentos de fome, e fora de casa, são o SOS para me manter do lado certo da balança.

#2. Quando trabalho à noite (tento que seja raro) e vou dormir mais tarde, passam muitas horas depois do jantar e  tenho (sempre) fome. Como um iogurte natural, ou 1 gelatina 10 cal., ou duas colheres de queijo quarck (a proteína ajuda a saciar).

#3. Todos os dias de manhã bebo um shot de erva-trigo com 1 maçã verde e ½ copo de água de côco. É energia pura.

» créditos imagem | my full house via bread and olives

#vaidarcerto