segunda-feira, 20 de julho de 2015

uma receita feliz & uma para ser feliz


Há dias assim. Em que corremos apenas em círculos, em passos apressados que não passam de centenas de voltas a uma enorme circunferência. Em que seguimos nesta espiral de rotina absolutamente crentes que é este o ritmo certo, a frequência certa, a sintonia que nos define, o percurso (que dizem ser o) certo para nós.
Mergulhamos de cabeça no que o medo nos manda fazer, não duvidamos por um segundo quando a preocupação-sem-nexo bate à porta, acumulamos dores e pontos de interrogação sem nos darmos conta que tantas vezes a resposta mais simples está logo ali: «é favor sair do círculo».
Nem sempre é assim. Mas muitas vezes era só isso. Simples, assim. 
Sair da montanha russa porque já estamos enjoados, pedir para descer do carrossel porque mil voltas à volta do mesmo cavalo bastam, dizer chega às voltas das voltas dos carrinhos de choque nos choques da vida. E caminhar num outro passo. Numa cadência diferente, alinhada apenas com o batimento da vida que trazemos dentro. Tudo aquilo em que acreditamos, independentemente de ser certo ou errado aos olhos dos outros.
Faz falta confiar mais em nós. Confiar mais na nossa intuição. Arriscar seguir o que nos diz o coração. Tapar os ouvidos quando o ruído do mundo nos paralisa. Acreditar mais no ponteiro da bússola que nos guia:
«que a tua vontade de ser feliz seja sempre uma teimosia.»

almoço/jantar simples para dois

2 fatias de pão alentejano
4 figos pretos
2 colheres de sopa de queijo creme
4 fatias finas de presunto
2 dentes de alho
azeite, oregãos frescos e mel - a gosto

torrar ligeiramente o pão. barrar cada fatia com um dente de alho. passar um fio de azeite em cada fatia, dispor o presunto e os figos (cortados em fatias generosas) por cima. Aromatizar com um fio de mel e os oregãos frescos.
acompanhar com um chá frio de hortelã-pimenta com gengibre e pau de canela. 
sabe mesmo a verão.

» créditos imagens & receita original | renée kemps via maria carmim